Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

agalma

talvez a emoção que menos estimule o poeta seja a alegria, tão breve e rara de sentir

talvez a emoção que menos estimule o poeta seja a alegria, tão breve e rara de sentir

como tanta gente

eu não sou daqui nem dali. Sou lunática e errática e limpo e esfrego para me prender ao chão e não voar. Acredito que, brevemente, teremos uma pandemia de fraternidade e de alegria. Acredito na lealdade. Acredito que os peixes também sabem cantar, belíssimo livro de Halldór Laxness que acabei de ler. Acredito na dignidade e no amor. E nos sonhos e na poesia.

Farhad Safinia, O Professor e o Louco

Sempre houve pessoas geniais. Não sabia que James Murray , no século dezanove e após décadas de tentativas da sociedade académica inglesa ter tentado, em vão, organizar a primeira edição do Oxford English Dictionary, empreendeu a tarefa com êxito, pedindo a colaboração de pessoas de todo o país para enviarem palavras correntes, já fora de uso prático ou pouco utilizadas e respectivos significados.

Neste levantamento contou com a erudição e o empenho de um condenado.

A compreensão e atracção que inicia uma amizade nem sempre pode ser detalhada, porque o que nos afasta de alguns é tantas vezes o que nos empurra para outros. Entre estes dois homens nasce uma amizade cúmplice que durou o resto das suas vidas. Mel Gibson e Sean Penn vestem com muita humanidade estes dois seres.

Gostei muito.

Kheiron, Ervas Daninhas

O filme começa com imagens de guerra, destruição e desespero e no meio de tanto desalento um dos meninos que sobrevive, órfão, vai desafiando a má sorte.

O crescimento nunca é fácil, nem mesmo para os bem nascidos, dado que nem todos chegam a adultos com a nobreza esperada, mas com começos tão trágicos é costume adivinhar-se facilmente o resultado. Ou não.

O rapaz do filme vai crescendo a viver de expedientes - lembrando-se sempre de quem lhe deu a mão  tentando, e conseguindo, devolver a outros o que recebeu - até que acaba por conhecer uma mulher que lhe dá todo o amor que não pôde dar a nenhum filho, porque não os teve (Catherine Deneuve continua magnifica).

É uma bonita história de amor. Ultrapassam a precaridade em que vivem com alegria e generosidade, fórmula imbatível, e tudo acaba bem.

Haja amor, esperança e firmeza para não abandonar os sonhos.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D